A Copa Intercontinental de A a Z

A – Área Pintada 

A briga no garrafão será intensa entre os pivôs Dunston, Simmons, Mavroeidis e Begic, do Olympiacos, contra Mineiro, Bambu, Toyloy e Morro, do Pinheiros. E quem proteger melhor a área pintada vai, sem dúvida, levar vantagem no confronto.

B – Barueri

Barueri recebe mais um grande evento do basquete, o primeiro foi em 2006 com o Mundial Feminino de seleções. A Torcida Pinheirense já falou sobre a cidade. 

C – Copa Intercontinental de Clubes 

Disputada pela primeira vez em 1966, o torneio está de volta após 17 anos de ausência. A curiosidade fica por conta dos times gregos. Em 1996, o Panathinaikos disputou e ganhou. Desta vez o Olympiacos estará em quadra, ou seja, os gregos disputarão dois mundiais seguidos.

D – Defesa 

Um dos principais pontos da decisão, a defesa forte e consistente certamente fará a diferença.

E – Esporte Clube Sírio

O Sírio é o único brasileiro a levantar a taça de campeão mundial, foi em 1979. O Pinheiros busca igualar esta marca.

F – Fox Sports

O canal por assinatura transmitirá as duas partidas ao vivo para todo o Brasil e ainda gerará sinal para muitos outros países no mundo. As transmissões estão confirmadas na sexta-feira, às 20h30 e no domingo, às 11h30.

G – Ginásio José Corrêa

É o grande palco da decisão da Copa Intercontinental. Com capacidade para 5 mil torcedores, o ginásio será um caldeirão pinheirense na grande decisão.

H – Hellas

Vá se acostumando com essa expressão, hellas significa Grécia na língua grega. Daí vem a expressão “heleno”, que designa o período antigo da Grécia.

I – Ingressos

Ainda há ingressos disponíveis para quem quer ir ao jogo (clique aqui). Os que já garantiram as entradas devem levar ou voucher impresso na bilheteria do ginásio para trocar pelo ingresso nos dias dos jogos.

J – Joe Smith

Apenas em sua segunda temporada no Pinheiros, o armador Smith terá a oportunidade de conquistar mais um título. O experiente jogador já venceu a Liga das Américas.

K – Kostas Sloukas

O jovem armador da base do Olympiacos e da seleção grega pode aprontar para cima do Pinheiros. Com apenas 23 anos, Sloukas foi eleito para a seleção ideal da Liga Grega na temporada passada e é um dos destaques o time.

L – Liga das Américas e Euroliga

Foram os dois torneios que deram acesso à Copa Intercontinental. O Pinheiros foi campeão pela primeira vez da Liga das Américas, já o Olympiacos levantou sua terceira Euroliga.

M – Mortari

Cláudio Mortari venceu o mundial de 1979 com o Sírio, no Ibirapuera. Com mais de 2 mil jogos na carreira, ele pode se tornar o primeiro brasileiro bicampeão do mundo de clubes, como técnico no basquete masculino.

N – Novo Basquete Brasil

Um dos fundadores da Liga Nacional de Basquete, o Pinheiros é também o primeiro representante do NBB a disputar a Copa Intercontinental. O campeonato nacional começa em novembro.

O – Olympiacos

Equipe grega fundada em 1925 em Piraeus, região de Atenas. Tem uma legião fanática de torcedores e é o terceiro maior vencedor da Liga Grega, além de carregar três conquistas europeias.

P – Pinheiros

O desafiante das Américas. O time pinheirense teve uma ascensão excelente graças a um bom planejamento e já conquistou uma Liga das Américas, um Paulista e foi vice da Liga Sul-Americana duas vezes.

Q – Quadra

Serão, no mínimo, 80 minutos de basquete da melhor qualidade na quadra de Barueri. O ginásio está sendo preparado e decorado para a Copa Intercontinental.

R – Rebotes

Um bom aproveitamento nos rebotes e a transformação dessas bolas em pontos será uma das chaves para a vitória.

S – Shamell

O MVP da última edição da Liga das Américas é uma das principais forças e apostas do Pinheiros para a inédita conquista do mundial. Shamell é um dos cestinhas do time e tem uma longa história com o basquete pinheirense.

T – Tempos Técnicos

Os tempos técnicos podem fazer a diferença, uma estratégia bem traçada ou uma mensagem de incentivo podem mudar a partida.

U – United States of America

Ao todo, serão 7 jogadores oriundos da terra do Tio Sam disputando o troféu: Toyloy, Smith e Shamell no Pinheiros e Simmons, Dunston, Petway e Lojeski pelo Olympiacos. Acie Law está lesionado e não disputará a Copa Intercontinental.

V – Vassilis Spanoulis

O ala/armador grego é uma das principais peças do Olympiacos e da seleção grega e pode fazer a diferença no confronto. Olho nele!

W – William Jones

O britânico Renato William Jones foi um dos fundadores da FIBA, a Federação Internacional de Basquete, em 1932. William Jones é homenageado na Copa Intercontinental e dá o nome ao troféu de campeão mundial.

X – Xadrez

Os movimentos do jogo de basquete são como os do jogo de xadrez. Jogadas perfeitas e defesas fortes ganham campeonatos.

Y – YMCA

Foi na YMCA, ou ACM (Associação Cristã de Moços) que o basquete foi inventado. A ideia do canadense James Naismith e surgiu durante o inverno de 1891, graças a um rigoroso inverno. Impossibilitados de praticar esportes ao ar livre, ele pediu duas caixas ao zelador do local e recebeu duas cestas de pêssegos. Com um alvo fixado, estava criado o basquete.

Z – Zera o Cronômetro!

O momento mais esperado pelo torcedor pinheirense e brasileiro. Será que a taça fica em São Paulo ou vai para Atenas?

204073_350781_banner_fiba_1_5x2m

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s