Pinheiros/SKY tenta, mas Olympiacos é o Campeão Intercontinental

O Pinheiros/SKY tentou, jogou bem o primeiro tempo, mas não conseguiu o difícil objetivo de vencer por 12 pontos de diferença. Com a boa vantagem colocada no primeiro jogo, o Olympiacos jogou bem e voltou a vencer, desta vez na manhã deste domingo (6), por 86 a 69, levando a Copa Intercontinental. Os jogos foram disputados no Ginásio José Corrêa, em Barueri.

Os gregos não deram muitos espaços ao Pinheiros e mostraram porque são os atuais campeões da Euroliga. O time comandado pelo armador Spanoulis fez duas ótimas partidas, segurando o Pinheiros para conquistar o inédito título.

A partida começou equilibrada e bem diferente do início do primeiro jogo. O Pinheiros atacou com bastante calma, explorando mais as infiltrações e chutando menos do perímetro. Shamell mais uma vez foi o destaque, com 7 pontos no quarto, enquanto os gregos tentavam acelerar a partida. No fim do período, vitória por 1 ponto dos atenienses: 21 a 22.

O segundo período também foi bom para os pinheirenses, que abriram a parcial assumindo a liderança no placar. Os gregos diminuíram a intensidade da partida, que permaneceu empatada a 3 minutos do intervalo. Neste momento ocorreram duas grandes jogadas da partida: Rafael Mineiro deu um toco espetacular e levantou a torcida e uma ponte aérea entre Spanoulis e o pivô Petway, dando a vantagem ao Olympiacos no placar: 33 a 40.

Após o intervalo, o Pinheiros conseguiu diminuir um pouco a vantagem grega, mas o time europeu conseguiu tomar o controle do jogo na metade do quarto e deixou o Pinheiros sem muitas opções. O pivô Begic se destacou com enterradas e o time do técnico Georgios Bartzokas abriu 14 pontos de vantagem: 50 a 64.

Nos últimos dez minutos a vantagem passou da casa dos 20 pontos. O Pinheiros reagiu com oito pontos seguidos, mas não foi o bastante para tirar a vitória e o título do Olympiacos, que levantou seu primeiro mundial com duas vitórias: 81 a 70 e 69 a 86, fazendo a festa da comunidade grega presente no ginásio.

O ala/pivô Rafael Mineiro acredita que o time sai mais forte do embate contra os gregos. “É difícil falar de cabeça quente após uma derrota. Mas tenho certeza de que se formos analisar mais tarde o quanto o time deles é bom e o quanto nossa equipe se superou, tenho certeza de que vamos estar fortalecidos para o restante do Campeonato Paulista e também para o NBB”, disse.

Shamell mais uma vez foi o cestinha, desta vez com 27 pontos. Smith vem a seguir com 12 pontos. Mineiro e Paulinho anotaram 8 pontos cada, o pivô ainda pegou 9 rebotes enquanto o armador conseguiu pegar 6 bolas. Pelo lado do Olympiacos, Georgios Printezis foi o cestinha com autor de 16 pontos.

Este foi o sétimo vice-campeonato das equipes brasileiras na Copa Intercontinental. Com o resultado, o Pinheiros igualou o Corinthians (1966), Sírio (1973 e 1981), Franca (1975 e 1980) e Monte Líbano (1985). O único campeão segue sendo o Sírio, em 1979. O próximo compromisso internacional do Pinheiros será na Liga das Américas, que começa no primeiro mês de 2014.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s