FINAL FOUR: o caminho do Pinheiros/SKY até a grande decisão no RJ

Samuel Vélez/FIBA Américas

Samuel Vélez/FIBA Américas

Resta apenas um dia para a bola subir no Final Four da Liga das Américas 2014. As pouco mais de 24h para o início do torneio já mexem com jogadores, técnicos, torcedores e fãs de basquete que irão acompanhar quem será o novo rei do basquete latino-americano. Entre os quatro finalistas, um time defende seu reinado: o Pinheiros/SKY.

Atual campeão do torneio continental e vice-campeão mundial, o Pinheiros/SKY entra no Final Four mais uma vez sem o favoritismo, embora o time esteja mais do que gabaritado pelo título conquistado de forma brilhante na última temporada, desbancando os poderosos Lanús e Uniceub/BRB/Brasília, além do talentoso time do Capitanes de Arecibo.

Primeira fase

Samuel Vélez/Fiba Américas

Samuel Vélez/Fiba Américas

Por ser o campeão, os pinheirenses ganharam o direito de defender seu título e caíram no Grupo A, sediado em Neiva, na Colômbia. A chave contou também com o Bambuqueros, o time da casa, o Cocodrilos, da Venezuela e Toros de Nuevo Laredo, do México. A estreia seria contra o bom time venezuelano.

O Pinheiros/SKY jogou bem no começo, mas quem ditou o ritmo do embate foi o Cocodrilos, que chegou a abrir uma boa diferença ainda no primeiro tempo. A equipe paulista reagiu de forma espetacular e chegou nos últimos instantes do jogo para obter a virada, e, em uma jogada bem trabalhada, Paulinho recebeu embaixo da cesta para virar o jogo, mas sentiu o joelho… Foi um duro golpe no armador, que perdeu o restante da temporada.

Com uma derrota na primeira rodada (96 x 99), os pinheirenses precisavam vencer o Toros de qualquer jeito para manter a possibilidade da classificação. Sem Smith, que não viajou com o time para a Colômbia, e Paulinho, machucado no dia anterior, o técnico Mortari viu a possibilidade de usar os jovens Humberto, Caboclo e Lucas Dias.

E na base da superação, os pinheirenses fizeram um grande jogo diante do Toros, com destaques para Shamell e Bábby e venceram por 77 x 71. O jovem Humberto foi importante, assim como a entrada de Bruno Mortari, mas o time que já estava com problemas de lesão, sofreu mais uma baixa: Tavernari sentiu a panturrilha.

Para avançar, o time do Jardim Europa precisava vencer o Bambuqueros por qualquer placar. E o time mais uma vez se superou, venceu os colombianos por 94 x 76, com uma noite brilhante de Caboclo e Shamell e uma boa atuação de Humberto, destacando a força do elenco do atual campeão das Américas.

Semifinal

45 J Tavernari

Samuel Vélez/Fiba Américas

Com a vaga garantida, o Pinheiros/SKY enfrentaria mais uma semifinal muito dura: o Aguada do Uruguai, o Regatas Corrientes da Argentina e um velho conhecido: o Capitanes de Arecibo de Porto Rico. A chave seria disputada no Palácio Peñarol, em Montevidéu, onde a torcida do Aguada ganhou destaque na disputa da Liga Sul-Americana.

E a estreia já seria diante de uma pedreira: o Regatas Corrientes. Os pinheirenses jogaram muito bem, neutralizaram os pontos principais do time argentino e estiveram perto da vitória no tempo normal, mas o jogo foi definido apenas na prorrogação. Os pinheirenses foram bem nos lances livres para vencer por 93 x 91.

O desafio seguinte seria diante de seis jogadores: os cinco atletas do Aguada e a apaixonada torcida barulhenta do time. Mas o Pinheiros/SKY não deu bola, jogou muito bem e abriu uma diferença avassaladora no primeiro quarto: 8 x 29. Com um placar muito dilatado, o time brasileiro administrou muito bem a vantagem e foi muito frio para decidir a classificação com uma roubada de bola de Bruno Mortari no fim: 84 x 72.

Já garantido no Final Four e como vencedor do grupo, os pinheirenses foram para a última rodada contra o Capitanes apenas por cumprimento de tabela. Mesmo assim o time jogou bem e a rotação ganhou destaque, com as boas entradas de Lucas Dias e Bruno Mortari. No fim, faltou um pouco de sorte para o Pinheiros/SKY, que levou a virada na última bola e acabou derrotado por um ponto: 87 x 88.

Pelo título

E para garantir o bicampeonato, os pinheirenses enfrentam, nesta sexta-feira (21), o Halcones de Xalapa, do México, às 19h, no Ginásio Maracanãzinho. O time vai com força total e já estudou tudo sobre o adversário. Se vencer, o Pinheiros/SKY disputará a grande final no sábado, às 21h15, mas caso não consiga a vitória, jogará pelo terceiro lugar no mesmo dia, só que às 19h.

O técnico Mortari destaca as qualidades da equipe mexicana. “É um time muito homogêneo e forte. Em casa (na primeira fase da competição), apresentou dificuldades para todos os adversários. É uma equipe bem individual, e a somatória a transforma em um time bom. A expectativa é que a gente possa, já que é um jogo de vida ou morte, estar absolutamente equilibrado para passarmos para a final”, explica.

Já Shamell é mais abrangente e fala da vontade de ser novamente o campeão. “Para mim, o mais importante é a nossa preparação, como entraremos nas finais. Jogar fora de casa não faz diferença. Jogamos melhor fora. O que importa é todos os jogadores acreditarem no que estamos buscando. É mais uma oportunidade para escrevermos o nosso nome na história. Sempre falo para todos acreditarem. Terem foco e fé. Se tivermos foco e cada um acreditar no outro, podemos conquistar qualquer coisa. Chegar dois anos seguidos às finais é muito difícil”, conta Shamell, o MVP do Final Four de 2013.

O Final Four terá dois dias de competição. Na sexta-feira (21) acontecem as semifinais e no sábado a decisão do bronze e a grande final. Os jogos terão transmissão dos canais Fox Sports e Fox Sports 2 e cobertura completa e tempo real dos jogos do Pinheiros/SKY no Twitter da Torcida Pinheirense. 

Confira abaixo a tabela de jogos e de transmissões da TV:
Sexta-feira – 21 de março – semifinal
19h – PINHEIROS/SKY x Halcones de Xalapa – Fox Sports 2
21h15 – Flamengo x Aguada – Fox Sports

Sábado – 22 de março – decisão do bronze e final
19h – Perdedor 1 x Perdedor 2 – Fox Sports 2
21h15 – Vencedor 1 x Vencedor 2 – Fox Sports

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s